Homicídio de jovem de Theobroma está praticamente esclarecido após investigação da Polícia Civil

1 de abril de 2020

Uma equipe da Polícia Civil sob comando do Delegado Salomão de Matos, esteve no município de Theobroma, durante a manhã, e início da tarde desta terça feira(31), onde realizou diversas diligências na sede do município e região do Projeto de Assentamento Cachoeirinha, visando esclarecer a autoria e motivação de dois homicídios ocorridos entre sábado(28) e segunda(30).

Relembramos que, na altura do km 13 da RO 133, interior da localidade Cachoeirinha, CHERLE GUSTAVO DOS SANTOS FERREIRA, foi assassinado com disparos de arma de fogo, no início da noite do último sábado, dia 28, atingido por projéteis de arma de fogo, e o infrator fugiu misteriosamente, tendo a vítima sido socorrida para unidade hospitalar, mas acabou não resistindo e faleceu horas depois, no município de Ji-Paraná.

Relembre Aqui:

E na segunda feira(30), o comerciante Urbano Oliveira, de 61 anos, mais conhecido por “TILANGA, proprietário do Bar na Reunião situado na Av. Senador Olavo Pires, Centro, Theobroma, foi encontrado sem vida, no citado local e seu corpo apresentava várias perfurações produzidas por golpes com faca popularmente conhecido como ”TILANGA” foi encontrado morto com marcas de facadas.

Relembre Aqui:

A equipe policial que, hoje esteve no município e no assentamento, e fez registros fotográficos, coletou materiais, fez entrevistas com pessoas e colheu diversos depoimentos.

As investigações em curso, apontam que, no momento do assassinato de CHERLE, a arma de fogo que seria espingarda de calibre 28 teria fragmentado e, após a fuga do assassino, uma pessoa teria retirado esses elementos de prova para atrapalhar as investigações, prática que, conforme o Delegado que preside as investigações, configura o crime de fraude processual previsto no artigo 347 do Código Penal que tem pena prevista para detenção três meses a dois anos, e multa.

Em diligências, foi obtida a informação do possível autor das fraude processual e, durante ação policial, em propriedade rural no km 04 do Travessão 04, Cachoeirinha, ele foi preso pelo crime de posse ilegal de arma de fogo, sendo apreendida uma espingarda e cartuchos do calibre 32, além de uma coronha velha de arma longa.

A equipe esteve no local do homicídio de CHERLE G. S. FERREIRA, realizadas buscas em terreno baldio, sendo encontrados e apreendidos fragmentos de madeira da coronha e um papo de uma arma longa, um par de sandálias e um cartucho deflagrado que podem ter relação com o citado homicídio.

As investigações apontam que um homem teria tido na tarde de sábado, uma desavença com a vítima, em um estabelecimento comercial daquela localidade, e possivelmente este fato pode ter relação com o assassinato.

Segundo o Delegado, o assassinato de CHERLE GUSTAVO DOS SANTOS FERREIRA está praticamente esclarecido quanto a autoria e motivação, faltando alguns detalhes quanto a dinâmica do delito, contudo novas diligências serão feitas e colhidos outros depoimentos para isso, nos próximos dias posteriormente o infrator que se apresentou na manhã de hoje, na UNISP, será interrogado e indiciado, em seguida, o Inquérito policial será enviado para os trâmites entre Promotoria e Fórum.

O segundo homicídio ocorrido contra o comerciante Urbano Oliveira, de 61 anos, na segunda feira, segue em investigação da Polícia Civil.

Fonte: Jaru Online

 
Comentarios
anuncie