Jaru: Pai de bebê que morreu por passar da hora de nascer, formaliza denuncia; Sindicância será aberta

27 de maio de 2020

O pai do bebê que veio a óbito no útero da mãe, formalizou junto a Secretaria Municipal de Saúde nesta terça feira (26) a denúncia em que ele aponta uma suposta negligência médica.

Senhor Vagner, relatou detalhadamente todos os tramites adotado pelos profissionais de saúde em relação ao atendimento a sua esposa nos dias em que antecederam a morte de seu filho.

De acordo com ele, sua esposa esteve duas vezes no hospital sentindo fortes dores do parto, porém foi apenas medicada e encaminhada para casa.

Relatou ainda que sua esposa iniciou um sangramento na quarta-feira (13) ocasião que se dirigiram ao HM e ouviram de uma médica que estaria tudo normal, e foi orientada a ir para sua residência.

 

Ao sentir novas dores já na quinta-feira (21), voltou ao hospital e foi examinada por um médico, sendo receitado apenas um Buscopan, no dia seguinte à gestante que estava em sua residência não sentiu mais os movimentos de seu bebê, retornando ao  Hospital no domingo, sendo então constatado que o menino havia morrido.

O diretor do Hospital Municipal Sandoval Araújo Dantas Luís Eduardo Schincaglia, lamentou enormemente o ocorrido e informou que está sendo aberta uma sindicância para apuração e responsabilização de eventuais responsáveis.

Comentarios
anuncie