Temporal causa destruição e prejuízos em Ouro Preto do Oeste

6 de setembro de 2019

Uma repentina chuva seguida de um forte vendaval, que durou em torno de 40 minutos, na tarde desta quinta-feira (05), foi suficiente para assustar os moradores da Estância Turística de Ouro Preto do Oeste e causar prejuízos por toda a cidade. Foram registrados, nesse curto período, 28 milímetros de chuva.

O vento provocou destruição em vários bairros. Por exemplo, parte do muro do quartel da 3ª Companhia de Policiamento da Polícia Militar não resistiu ao vendaval e veio abaixo. Uma árvore às margens da BR-364, no perímetro urbano da cidade, também caiu, ocupando parte da rodovia.

O Bosque Municipal também foi castigado pela força da natureza, que derrubou várias árvores, causando a destruição de bancos, muretas, entre outras estruturas naquele espaço. Motocicletas que estavam estacionadas pelas ruas durante o vendaval não escaparam e várias delas foram derrubadas. Houve registro de antenas parabólicas e caixas d’água que foram arrancadas e levadas pelo vento.

Outras dezenas de árvores foram derrubadas e até mesmo arrancadas nas ruas e avenidas da cidade. Parte do forro de um posto de combustível localizado na esquina da avenida Daniel Comboni com rua dos Seringueiros também foi arrancado. Um terreiro de barcaça móvel na Embrapa, medindo em torno de 20 x 15 metros, foi arremessado a uma altura de aproximadamente sete metros, vindo a atingir uma caixa d’água.

Uma internauta registrou o momento em que uma caixa de água em fibra foi arrastada pela rua dos Seringueiros (veja o vídeo no final da matéria), demonstrando a força do vendaval, que também danificou fachadas de várias lojas e arrancou telhas de dezenas de residências.

Em contato com o Corpo de Bombeiros Militar, foi informado que felizmente não houve vítimas, apenas chamados para atender ocorrências de danos materiais.

             

Gazeta Central

Comentarios